Seu prazer é aqui. As melhores acompanhantes de Niterói/RJ.

Pietra passista Bruna Lima – Aceito Cartão Alexia – Aceito Cartão Luana Maisa Eva Alencar | Aceito Cartões Isa – Aceito cartão
Contos eróticos
Como transformar seu marido em corno
10 jul 2012

Como transformei meu marido num corninhoMeu nome e Janaina, sou casada com Mateus a 5 anos, malho muito e tenho tudo definido, e a bunda deliciosa, cabelos loiros ate o meio das costas, coxa grossa, sou muito desejada, pois vários homens mechem comigo quando faço caminhadas, de uns tempos para cá meu marido começou a colocar uns filmes pornôs durante nossas transas e percebi que eram só de dois ou mais homens comendo uma mulher, no inicio não gostei muito mas com o passar dos filmes, fui fantasiando ser comida por dois machos, mas apesar dele levar esses filmes ele nunca tocou no assunto, mas pude perceber que ele gostaria de me ver sendo comida por dois homens, pois as vezes nos bebíamos um pouco mais da conta eu inventava umas historias para ele durante a transa de que eu estava sendo comida por dois machos ele ia a loucura, e gozava rapidinho. Meu maridinho e muito fraco para bebidas, com poucas cervejas ele já fica tontinho e ai sim topa tudo. Mas meu desejo foi aumentando às vezes me masturbava no chuveiro sozinha imaginando sendo comida por dois machos. Resolvi então transforma-lo em corninho, pois acho que sempre foi seu sonho, primeiro comprei um consolo desses bem realísticos e bem grosso e grande do jeito que eu sempre quis taquei cerveja nele e quando ele estava bem tontinho peguei o brinquedinho ele adorou pegou o consolo da minha mão e começou passar na minha bucetinha, fui ao delírio, pois nunca tinha metido nada nela a não ser o seu pinto, ele subiu em cima de mim e eu comecei a chupar seu pau enquanto ele ia me penetrando com aquele consolo gostoso, senti que ele estava adorando, pronto a primeira parte do meu plano estava pronto, toda vez que transávamos ele pedia o consolo para me enfiar e eu adorava era quase como ter, pois cacetes para brincar, mas eu queria mais.Certa vez saímos para tomar umas cervejas à noite em um barzinho da cidade, e eu estava decidida a dar para outro macho, chegamos e o barzinho estava lotado, comecei a dar cerveja para meu corninho e ele foi ficando tontinho, ai comecei a contar historinhas bem baixinhas no seu ouvido e não demorou muito ele já estava em ponto de bala dava para ver sua pica dura marcando a calça, foi ai que ele me sugeriu que eu arrumasse um macho para me fuder junto com ele era tudo que eu queria ouvir já estava toda malhadinha coma ideia, eu vestia uma calça legue bem justinha e estava de calcinha bem pequena o que me deixava mais deliciosa do que eu já era, dei uma volta pelo bar e vi um homem tesãozinho, usava calça apertada e tinha um malão na frente, fiquei toda excitada, meu corninho estava só tomando e eu caçando, parei perto do rapaz e fingi que estava esperando alguém e não demorou muito para que ele me notasse e começasse a puxar conversa, o cara era alto devia ter 1,80 e poucos e todo malhado, começou a me cantar na cara de pau e eu fui dando corda ate que ele me convidou para sair, ai eu disse que só poderia ir se eu levasse um amigo que bebeu demais, ate em casa, pois ele morava sozinho e eu não queria deixar ele naquele estado, ele na mesma hora topou fui ate meu corninho e contei a armação ele como estava para lá de alto topou na hora e fingiu estar mais tonto ainda. Chamei o rapaz e fomos peguei o carro e fui dirigindo chegamos ate a nossa casa e o rapaz ajudou a levar meu corninho tontinho para dentro, chegando lá eu disse não podemos deixar ele aqui na sala vamos dar um banho nele e colocar ele na cama, levamos ele para o banheiro e então deixamos ele só de cueca o rapaz abriu o chuveiro e eu de proposito me molhei todinha estava de blusa branca e meus peitinhos ficaram durinhos, eu então tirei a blusa e fiquei só de sutiã meu marido estava de pau duro ai eu brinquei me ajude aqui tenho que lavar seu pau, quando meti a mão no pau do meu marido o gostosão foi loucura, me agarrou por traz e começou a me beijar eu virei para ele desabotoei a calça e abaixei até os joelhos e a cueca veio junto deixando aquele pauzão branquinho, com uma cabeçona e cheio de veias a mostra não me contive cai logo de boca, comecei a chupar ali mesmo e a pica mais dura foi ficando, era bem melhor que o consolo, saímos os três do chuveiro meu marido ainda tontinho ajudou a tira minha roupa, fiquei só de calcinha e colocou sua pica na minha boca e o rapaz entrou no meio das minhas pernas e começou a me chupar ai era ótimo, me virei peguei aquela pica e comecei a chupar de novo, meu corninho foi me comer e não parava de olhar eu chupar. Chupei tanto que ele gozou na minha boca e eu engoli tudo, mas o pau do cara nem mole ficou continuou duraço era incrível, meu marido levantou virou minhas ancas para o cara e me arreganhou todinha para ele, que veio como um louco, pude sentir aquela pica imensa encostando na minha bunda e procurando a entrada da minha bucetinha, então senti ele me arreganhado e entrando bem devagar, sentir um pouco de dor mas depois me acostumei e comecei a gozar sem parar. Enquanto isso a pica do meu corninho estava na minha boquinha, mas eu queria ser puta, levar rola igual as mulheres dos filmes pornô, deitei ele na cama e subi em cima peguei na rola e comecei a esfregar no meu cuzinho, o pau do cara soltava um lubrificante eu o deixava ainda mais gostos, involuntariamente comecei a latejar, ate meu cuzinho piscava de desejo de ter aquela rola dentro dele, tomei coragem e fui sentando aos poucos a cabeçona demorou um pouco a entrar mas depois que entrou fui ao delírio, meu marido veio e ajudou a arreganhar mais minha bunda, senti suas mãos me abrindo e a sua língua molhando bem perto do meu cuzinho que já estava todo preenchido, comecei a subir e descer naquele pauzão era ótimo gozei ainda mais, mas não estava satisfeita pedi para meu marido deitar subi em cima dele e peguei sua pica e enfiei na minha racha, e pedi para o rapaz comer novamente meu cuzinho, eu estava gora sendo possuída por dois machos não queria mais parar que delicia. Eles me fuderam durante umas duas horas e eu dei de todas as formas possíveis agora ficou fácil, sou putinha ajudada pelo meu maridinho, meu corninho já ate sabe como arrumar outro macho quando preciso.

Busca em Contos eróticos »

Arquivos em Contos eróticos »

Seguidores »

Tags em Contos eróticos »

Este site é, única e exclusivamente, um veículo de comunicação entre pessoas, e não tem nenhum vínculo com seus anunciantes que são, também, responsáveis únicos pelas informações contidas em seus respectivos anúncios bem como pela garantia de que são maiores de idade. Belas e Cia NÃO É AGÊNCIA e não assume nenhuma responsabilidade pelo conteúdo dos anúncios ou pelas respostas a qualquer um deles.
© Copyright 2011 :: www.belasecia.com :: Todos os direitos reservados Criar Sites RJ